Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Antes que a luz se apague

Antes que a luz de apague e o pano desça, deixa-me contar-te isto.
Antes que o dia termine e o lençol se suba, não feches as tuas ideias às novas premissas que tenho para mostrar.

Não aceites que uma frase interrompida, num mundo de horas contadas, seja suficiente para esclarecer as tuas resistências. Neste mundo de dissabores, de tempos corridos e cansados, não podemos deixar que frase com um ponto e vírgula te satisfaça. Não feches os olhos, não adormeças o coração com certezas deduzidas.

Há, depois de cada ponto e vírgula apressado, uma outra metade de frase que fica por ser dita. Há amor, arrogância, esperança, desespero, cortejo ou imponência a ser ali cunhado.

Não prives um canto de sala do seu sofá e do seu recosto. Permita-se a cada canto de existência o seu tempo e o seu espaço.

Peço, não se ampute o meu tempo, o meu esclarecimento. Possam  as minhas perguntas em voz alta ser colocadas, e as suas respostas negadas. Possa a minha curiosidade cavalgante ceder às chicotadas agr…
Mensagens recentes

As lições do papa Francisco aos líderes empresariais

Em tom de boas novas para 2017, recordam-se as palavras que o Papa lançou a líderes empresariais, numa audiência privada ocorrida no Vaticano. À sombra da temática “Líderes Empresariais promotores de inclusão económica e social”


1) Francisco, numa posição marcante, assertiva, proclamou que o dinheiro deve servir em vez de governar, deixando o ensinamento que as riquezas são boas quando colocadas ao serviço de outros
Não são neutras e adquirem verdadeiro valor em função das circunstâncias em que são usadas.
As empresas existem para servir. 

2) Quando falamos em corrupção, existe a imediata reacção de apontar o dedo aos outros, quase sempre aos mesmos: aos políticos. Porém, transmitiu aos líderes ali presentes que antes de apontar o dedo aos outros, cada um que se olhe ao espelho: numa exegese pessoal, percebam se também na sua forma de estar nas organizações contribuem para esta deterioração social, se alimentam esta distorcida forma de estar na vida e nos negócios. Ponderem se nas suas …

Domingo, 5 de Março. Dia 1.

A Graça de perceber
de que forma devo estar nesta Quaresma
segundo a vontade de Deus para mim.

Avé Maria.
«A Quaresma é o tempo para dizer não. Não à asfixia do espírito pela poluição causada pela indiferença, pela negligência de pensar que a vida do outro não me diz respeito; por toda a tentativa de banalizar a vida, especialmente a daqueles que carregam na sua própria carne o peso de tanta superficialidade. Não à poluição intoxicante das palavras vazias e sem sentido, da crítica grosseira e superficial, das análises simplistas que não conseguem abraçar a complexidade dos problemas humanos, especialmente os problemas de quem mais sofre.
Rever o meu dia e deixar vir ao de cima tudo o que mais me tocou.Começar por me colocar na presença de Deus, agradecer o dia e todas as graças que Deus me dá.Pedir iluminação para perceber as moções interiores, examinar e discernir o que mais me tocou, pedir perdão por todos os momentos que tive menos bem e propor uma emenda.Pedir a Deus que aumente a mi…

Proposta de Quaresma.

Graça a pedir A Graça de perceber
de que forma devo estar nesta Quaresma
segundo a vontade de Deus para mim. Leitura Mateus 6, 1-6.16-18 Texto Quarta-feira de Cinzas, 1.3.2017, texto do Papa Francisco, Basílica de Santa Sabina, Roma «A Quaresma é o tempo para dizer não. Não à asfixia do espírito pela poluição causada pela indiferença, pela negligência de pensar que a vida do outro não me diz respeito; por toda a tentativa de banalizar a vida, especialmente a daqueles que carregam na sua própria carne o peso de tanta superficialidade. Não à poluição intoxicante das palavras vazias e sem sentido, da crítica grosseira e superficial, das análises simplistas que não conseguem abraçar a complexidade dos problemas humanos, especialmente os problemas de quem mais sofre.A Quaresma é o tempo de dizer não; não à asfixia duma oração que nos tranquilize a consciência, duma esmola que nos deixe satisfeitos, dum jejum que nos faça sentir bem.A Quaresma é o tempo de dizer não à asfixiaque nasce de i…

Princípio e Fundamento. A Indiferença Inaciana.

O homem foi criado para louvar, reverenciar e servir a Deus Nosso Senhor, e assim salvar a sua alma; e as outras coisas sobre a face da terra são criadas para o Homem, para que o ajudem a conseguir o fim para que é criado. Donde se segue que há de usar delas tanto quanto o ajudem a atingir o seu fim e há de privar-se delas tanto quanto dele o afastem. Pelo que é necessário tornar-nos indiferentes a respeito de todas as coisas criadas em tudo aquilo que depende da escolha do nosso livre-arbítrio, e não lhe é proibido.” in Princípio e Fundamento, Santo Inácio de Loyola
A indiferença Inaciana não convida ao desapego como finalidade, mas à direcção dos nossos apegos, conforme nos aproximam ou afastam de Deus. O que me inquieta? O que me traz paz?  O que identifico que vem do mundo? E o que vem de Deus?  O que me frustra? O que me realiza?
O ser interior superficial é sempre mais ruidoso e exigente, está ao nível dos nossos desejos mais imediatos e que atrapalham mais a nossa vivência. Não fi…

Exame de Consciência Inaciano

Santo Inácio propõe 5 pontos no exame de consciência:1º Dar graças Agradecer a Deus todos os dons recebidos (vida, trabalho, relações, dificuldades, etc.) ·Deus é que é o Centro, não sou eu o Centro (distancio-me assim da minha própria pessoa). ·Atitude do pobre (dá graças por tudo o que recebe, tudo é dom gratuito de Deus). ·Atitude de pequenez / de humildade. ·Sintonizar o meu coração com o Seu coração. 2º Pedir Luz (iluminação)·O primeiro dever é o dever de ver. ·O meu desejo é procurá-lO, encontrá-lO, acto de verdade “à tua Luz veremos a Luz”. ·Pedir iluminação interior que permita ver em profundidade, desmontando os mecanismos de auto justificação para poder ver com ternura o olhar de Deus no caminho andado, para poder ver com olhar de esperança todo o meu dia. ·Não interessa ver o mal pelo mal, mas uma visão correcta, global de todas as realidades para melhorar e ponderar aquilo que é de deixar e aquilo que é de seguir. 3º Examinar·Olhar o meu dia com o Senhor. ·Onde O encontrei, por onde …

A minha oração - Exame de Consciência

- Peguei mais vezes neste TPC do que em muitos outros - Anteriormente, sempre foi o ponto 4º Pedir Perdão que me levou às lágrimas, na sensação de intolerância comigo - Nesta semana, muitas vezes, "saltei" logo para o ponto 4 e aí me detive - às vezes até emocionada e em experiência física de perdão de Deus - Para o que quer que tenha sido ou que em mim ainda esteja a ser - há a sensação de perdão, de alívio, de liberdade, de libertação, de "tudo é possível de formas que não consegues imaginar" - que alívio é dia após dia, vez após vez, SENTIR este perdão, reconhecer que há estes caminhos alternativos, dos quais nem sempre me lembro e cuja consolação re-lembro sempre que leio a proposta - Deus tem estado. Deus tem abraçado, tem esvaziado a culpa, tem limpo a imperfeição. Vez após vez. Olho a proposta, leio a proposta, concentro-me naquilo que procuro ("Pedir a Graça de recomeçar", "ter a certeza da maravilha de Deus que nos liberta e nos cura", …